INFORMAÇÕES

A HIGIENE NO POMBAL

HIGIENE


  • Limpeza Do Pombal:
    Deve fazer-se uma remoção diária de todos os detritos e fezes do pombal, aspirando de seguida. Lave diariamente os comedouros e bebedouros com água quente, deixando-os secar antes de voltar a utilizar.

  • Desinfecção com desinfectans:
    Para eliminar agentes patogénicos como vírus (ex. Poquetes), bactérias (ex. Salmonela, E. coli), micoplasmas e fungos:
    Nos dias indicados no plano de tratamento, após a limpeza deve pulverizar o pombal, chão, paredes, prateleiras e outros equipamentos com uma solução activa de desinfectans.
    Solução activa = 60 ml (3 tampas doseadoras) para 2 litros de água.
    Deixar a solução produzir efeito durante 4 horas sem enxaguar.
    Os pombos podem permanecer no pombal.

  • Desinfecção com parafectans:
    Utiliza-se para eliminar ovos e larvas de vermes (especialmente vermes redondos e vermes peludos), bem como oócistos coccidiais e tricomonas;
    é também eficaz contra vírus, bactérias e fungos:
    Após a limpeza, desinfectar o pombal (conforme indicado acima) com uma solução activa de parafectans.
    Solução activa = 60 ml (3 tampas doseadoras) para 2 litros de água.
    Deixar a solução produzir efeito durante 4 horas sem enxaguar. Retire as aves do pombal, fazendo-as regressar apenas quando o desinfectante estiver seco e o pombal completamente arejado.

  • Nota:
    Durante a época de concursos, os pombais só devem ser desinfectados no decurso de tratamentos específicos.

  • Prevenção da disseminação de agentes patogénicos com chevi-tren ou ins 15
    Os piolhos (incluindo o piolho vermelho), carraças e pulgas (incluindo a pulga das penas) podem transmitir organismos infecciosos, assim como as moscas, mosquitos e besouros.

    O pombal, e em especial as fendas habitadas pelos parasitas, deve por isso ser pulverizado de dois em dois meses aproximadamente:
    - com solução activa de chevi-tren (60 ml = 3 tampas doseadoras para 2 litros de água)
      ou
    - com solução activa de ins 15 (60 ml = 3 tampas doseadoras para 2 litros de água)
    até que se formem pequenas gotas nas superfícies tratadas
    .

  • Afastar os ratos e as ratazanas do pombal com ro 13:
    A luta tradicional contra ratos e ratazanas com veneno e/ou ratoeiras não impede uma nova invasão do pombal por estes.
    As pastilhas alimentares ou as ratoeiras não solucionam o problema: os roedores mortos atraem, no processo de decomposição, parasitas suplementares, como por exemplo as moscas e os insectos necrófagos que prejudicam a higiene geral do pombal mas que são também vectores de doenças.

    O uso regular (mensal) de ro 13:
    - afasta duradouramente ratos e ratazanas
    - impede novas invasões do pombal
    - e protege portanto da introdução de novos agentes patogénicos (como por ex. as salmonelas)
    - não haverá ratos mortos no pombal nem odores de decomposicão.

  • Nota:
    Os galináceos e pássaros não devem aproximar-se da área do pombal.
    Mantenha os pombos extraviados e os recentemente adquiridos fora do pombal.

NOTA IMPORTANTE

O R0 13 NÃO É FÁCIL DE ENCONTRAR

DEIXO AQUI ALTERNATIVA DE PRODUTOS PARA ELIMINAR RATOS / RATAZANAS QUE USEI E COM SUCESSO NA SUA ELIMINAÇÃO

EPAGRO => RATKILL

3G

TENTEM ENCONTRAR UM DESTES 2


PARA QUEM TIVER RATOS ACONSELHO A ESPALHAR VENENO EM VARIAS PARTES DO POMBAL MAS ONDE OS POMBOS NAO TENHAM DE NENHUMA FORMA ACESSO A ESSES LOCAIS

PODEM DESINFECTAR O POMBAL COM CREOLINA DE 6 EM 6 MESES

OU COM VIRKON-S / ECOCID = 1 VEZ POR MÊS PELO MENOS !!


CREOLINA

Desinfetante, anti-séptico e germicida


FÓRMULA:
Hidrocarbonetos
derivados do"Coal-tar"................................................56,0 mL
Fenóis ............................................................................10,5 g
Cresóis ...........................................................................10,5 g
Emulsificante saponáceo ...........................................15,5 mL
Veículo q.s.p. ............................................................100,0 mL

INDICAÇÕES:
A CREOLINA® possui em sua fórmula uma mistura de
Cresóis e Fenóis associados a hidrocarbonetos aromáticos
na forma miscível, produzindo um tipo de emulsão
essencialmente fina em diluição na água.
Assegura comprovada ação bactericida sobre os
microorganismos:
Salmonella typhimurium, Pseudomonas aeruginosa,
Staphylococcus aureus, Listeria monocytogenes e
Escherichia coli, daí sua eficácia nas seguintes indicações:
• Como desinfetante de instalações pecuárias, tais como:
pocilgas, galpões e estábulos.
• No preparo do campo operatório em pequenas e grandes
intervenções cirúrgicas.
• No tratamento de miíases (bicheiras).
MODO DE USAR:
• A CREOLINA® é um produto de uso externo.
• Em uso tópico, nos casos de miíases pequenas, utilizar
duas gotas.
• Nas miíases maiores, aumentar proporcionalmente o
número de gotas, de acordo com o tamanho da bicheira.
• Como germicida, utilizar soluções de 2,0% a 4,0 %
em água. (vide tabela)
SUGESTÕES DE DILUIÇÃO (soluções de 2% - 4%):
APRESENTAÇÕES
Frascos: 50 mL, 100 mL;
Latas: 500 mL e 1 litro;
Balde: 20 litros.
ATENÇÃO: PRODUTO TÓXICO. Evite ingestão, inalação e
contato com a pele, olhos e mucosas.
Em caso de acidente, lavar o local atingido com água em
abundância e procurar socorro médico.

CUIDADO: NÃO USAR EM FELINOS.

Conservar longe do alcance das crianças.